Sindicato dos Comerciários de Santa Cruz do Sul e Região 20/05/2022      10:50

CONTRA A COVID | Sindicato requer à Prefeitura e à Vigilância Sanitária medidas mais rígidas para enfrentamento da pandemia


O Sindicato dos Comerciários de Santa Cruz do Sul e Região encaminhou na manhã dessa quarta-feira, dia 2, correspondências para a prefeita Helena Hermany e para a Vigilância Sanitária pedindo a adoção de medidas mais rígidas para o enfrentamento da Covid-19 em Santa Cruz do Sul. Na correspondência endereçada ao Poder Público Municipal foi solicitada a implementação de um plano de combate e enfrentamento ao vírus, com medidas rígidas de higienização, impossibilidade de aglomeração e que promovam o distanciamento social.

Tal conduta se faz necessária diante o aumento de casos positivados para a doença, bem como de casos de reinfecção. “É preciso evitar que o sistema de saúde entre em colapso e essas medidas visam bloquear a propagação do vírus. Essa, aliás, é a única forma de retomar o cotidiano, logo ali na frente. Sabemos que a imunização através das vacinas fez com que despencasse o número de internados, mesmo com um índice tão elevado de casos na cidade, mas isso, por si só, não é justificativa para reduzir as medidas de afastamentos já adotadas ou para flexibilizar ainda mais os planos de contingência”, observou o presidente Afonso Schwengber.

O documento remetido à prefeita destaca que o aumento de casos se deu especialmente pelo não cumprimento das normas preconizadas pela ciência e que os comerciários, mais uma vez, são extremamente atingidos, já que se encontram na linha de frente, em atendimento direto ao público. Nesse sentido, o sindicato ainda cobrou, conforme preconizado pela legislação, que os empresários forneçam os EPIs, como as máscaras PFF2/N95, para evitar a contaminação dos funcionários. Ademais, requereu que a Prefeitura envie, num período de 15 dias, as medidas que serão adotadas para o enfrentamento da pandemia.

Já para a Vigilância Sanitária, o sindicato solicitou a realização de fiscalizações assíduas no comércio local, tendo em vista que algumas empresas estão exigindo que os trabalhadores positivados para a Covid retornem mais cedo ao ambiente de trabalho, antes mesmo de terminar o período de quarentena. O pedido foi motivado em função de diversas denúncias recebidas pelo Sindicato dando conta dessa prática. “Algumas empresas, no setor varejista, estão solicitando que os trabalhadores retornem antes de findar o período de quarentena, supostamente amparadas no Guia de Vigilância Epidemiológica Covid-19 anunciada pelo Ministério da Saúde. No entanto, vários fatores devem ser analisados pelos empregadores para que o empregado possa retornar ao ambiente laboral, o que na prática não ocorre”, observa o presidente Afonso.

O Sindicato encaminhou a relação das empresas que estão exigindo esse retorno antecipado à Vigilância Sanitária e igualmente cobrou, tão logo seja concluída a fiscalização, o envio das medidas adotadas. Desde o início da pandemia o Sindicato tem se dedicado a divulgar informações com base na ciência e a cobrar providências para preservar a saúde dos trabalhadores.

 

 

 

 

 

02/02/2022 16:12:28




Sindicato dos Comerciários de Santa Cruz do Sul e Região
Capitão Fernando Tatsch, 424
Centro - SantaCruz do Sul / RS
(51) 3711-2658
Central de Atendimento
Capitão Fernando Tatsch, 424
Centro - SantaCruz do Sul / RS
(51) 3711-2658
Central de Atendimento
Sindicato dos Comerciários de Santa Cruz do Sul e Região